O SIESE-PR – Sindicato das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança do Estado do Paraná é uma entidade representativa sem fins lucrativos, e opera em âmbito estadual, com a finalidade de defender os interesses de seus associados. Ele representa toda a cadeia das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança, de modo geral, os fabricantes, distribuidores, revendedores, empresas de monitoramento e rastreamento, projetos, instalação e manutenção de sistemas eletrônicos de segurança.

A ABESE - Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança - é uma associação empresarial de âmbito nacional, sem fins lucrativos, com a finalidade de orientar, promover, apoiar e divulgar as atividades de seus associados, representando-os publicamente, defendendo seus direitos e interesses. Se a sua empresa fábrica, distribui, revende, comercializa, monitora, instala, faz manutenção de equipamentos de sistemas eletrônicos de segurança, presta serviços ou consultoria neste ramo, ela está credenciada a fazer parte da nossa entidade.

INFORMATIVOS

O condutor do carro, que estava com adesivos de uma empresa de segurança, desobedeceu ordem de parada dos federais enquanto passava pelo posto de fiscalização da PRF (Polícia Rodoviária Federal).

O resultado ta ai.

Falso segurança é preso por traficar maconha. Ele usava um carro com emblemas de escolta e vestimenta que o caracterizavam como segurança.

Os 119 tabletes da droga estavam escondidos no porta malas e no banco traseiro do carro. O motorista acreditou que driblaria a fiscalização, se passando por segurança e usando um carro com emblemas de uma empresa de segurança.

Mas ao ser questionado sobre quem estava escoltando, o homem de 32 anos, entrou em contradição.

“Ele não soube dizer quem escoltava o que escoltava, por isso, percebemos a contradição e ao realizar buscas minuciosas, encontramos a droga no carro”, contou o PRF, Willian Pascoal.

A abordagem ao traficante foi realizada perto do Trevo da Petrocon, na BR-277, em Cascavel. O carro já havia fugido da fiscalização há duas semanas, nas proximidades de Laranjeiras do Sul.

“Eram dois veículos na mesma condição, um acabou abordado e o rapaz foi preso com armas o outro carro fugiu. E hoje o localizamos aqui em Cascavel e ao perguntar sobre as caixas no veículo ele não soube dizer, encontramos a droga e ele nos disse que pegou em Cascavel e que levaria para Santa Catarina, em troca receberia um valor em dinheiro”, conta.

Para complicar ainda mais a situação, o preso apresentou documentos falsos. A maconha foi pesada e totalizou 127 kg.

O veículo Logan, a droga e o condutor foram levados à Delegacia de Polícia Civil. O falso segurança vai responder por falsidade ideológica e também pelo crime de tráfico de drogas.

Acesse: http://cgn.uol.com.br/noticia/142078/falso-seguranca-e-preso-por-traficar-maconha

Fonte: http://cgn.uol.com.br